Projeto Cada Uma: a diversidade da beleza

Atualizado: 22 de Jul de 2019


Você sabe o que é o body positive (em tradução livre: corpo positivo)? O movimento consiste em o indivíduo abraçar a própria imagem corporal. Ou seja, olhar o corpo com carinho e sinceridade, sem preconceitos e amá-lo como é. O ato vai contra a opressão dos padrões de beleza e proporciona a liberdade corporal de cada pessoa. Agregando ao movimento, o Projeto Cada Uma busca inspirar mulheres a resgatar a autoestima por meio dos retratos, além de celebrar a diversidade de corpos existente.


Idealizado por Jéssica Souza e Felipe Mariano, ambos fotógrafos, o projeto surgiu entre o final de 2014 e início de 2015. “Nós decidimos que seria melhor escolher um nicho da fotografia para nos dedicarmos mais e optamos pelo sensual e o nu”, explicam. Após muita pesquisa e estudo, eles constataram que a maioria dos fotógrafos retratavam apenas um tipo de mulher: magra, branca e dos cabelos lisos. Indo na contramão, os primeiros ensaios, feitos ainda em fevereiro de 2015, tiveram duas mulheres gordas como modelos. Quando publicados, a repercussão os surpreendeu. “Com os feedbacks positivos, decidimos que, além de um posicionamento de mercado, isso deveria ser encarado como um projeto social”, contam.


A iniciativa constrói retratos simples e delicados do romance entre a mulher e seu corpo. A cada imagem, é possível enxergar a luta e a história de cada uma e como todas elas colocam o amor próprio em primeiro lugar. “A autoestima impacta em todos os aspectos da nossa vida e, por isso, é importante que projetos como esse existam para que as mulheres parem de se olhar com preconceito e percebam a beleza que há diante do espelho”, reforçam. O Projeto Cada Uma insiste na beleza que existe em cada mulher e comprova que ela se manifesta das mais diferentes maneiras.

Além de causar transformação nas mulheres participantes, Jéssica e Felipe também foram afetados pelo projeto. Segundo os idealizadores, ele aprende muito com o Cada Uma e com as participantes. “O Felipe é responsável pelas redes sociais, então ele é quem lida com os comentários machistas que aparecem. Assim, ele acaba lidando um pouco com o que nós passamos diariamente”, específica Jéssica. A fotógrafa também conta que, por ser uma mulher gorda que sempre sofreu gordofobia, sua autoestima era super baixa. “Meu envolvimento com esse projeto definitivamente afetou minha relação com o meu corpo. Ao me conectar com os movimentos body positive e anti-gordofobia, conheci várias mulheres que me inspiraram. Desde então, procuro ser mais gentil comigo mesma e passei a enxergar mais beleza em mim”, relata.


Fora as fotos, o projeto também vem acompanhado de relatos que podem ser lidos no Instagram. Entre eles, é possível encontrar questionamentos quanto ao padrão de beleza imposto pela mídia e sociedade, além das mais diversas declarações de amor ao próprio corpo. Até o momento, o Cada Uma conta com 50 ensaios fotográficos, sendo sua maioria realizado em São Paulo, onde o casal reside. “Queremos viajar mais, pois há interessadas no Brasil inteiro. O problema é que não arrecadamos o suficiente com os ensaios para viajar, pois o intuito é manter algo acessível em que o valor não seja uma condição de participação”, explicam.

Para o futuro, eles pretendem avançar um pouco mais com o projeto e fazê-lo acontecer de outras formas, como com o Encontro Cada Uma que acontece em maio. O evento contará com rodas de conversa, exposição, brechó plus size , workshops e mini-sessões fotográficas. Mais para frente, eles irão fazer uma campanha de financiamento coletivo para imprimir zines (um tipo de revista) dos ensaios feitos e, é claro, pretendem viajar fotografando as mulheres que abrigam a diversidade da beleza pelo Brasil.


Para participar, a interessada pode assistir ao vídeo explicativo disponível no site do projeto e deve preencher o formulário de participação. Todos os meses, os idealizadores Jéssica e Felipe acessam os formulário preenchidos, fazem uma seleção, entram em contato e marcam uma reunião pessoalmente. Nesse encontro, eles explicam melhor sobre o projeto, tiram dúvidas e combinam os detalhes do ensaio. Importante ressaltar que, a partir deste ano, os ensaio serão pagos no valor que a participante puder pagar.


Encontre o Projeto Cada Uma nas redes sociais:

Instagram

Facebook

YouTube


-

#ProjetoCadaUma #autoestima #empoderamento #meucorpãoquerido #bodypositive #bodylove #selflove #amorpróprio #todocorpo




180 visualizações

QUER RECEBER NOSSA NEWSLETTER?

  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon

© 2019 por Revista Hilda.